segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Não era suposto mas nunca está tudo perdido

Bom, a publicação anterior mostra o quão mal passei na primeira semana do semestre...e andei o fim-de-semana todo a pensar no assunto, acordava a pensar nas aulas e deitava-me a pensar nas aulas. Mas fez um solinho tão bom, mesmo a mostrar que não está tudo perdido. Que dou sempre a volta às situações. Mesmo quando fui ontem dar um passeio até às serras com a família e pareceu-me ter um início de um ataque de ansiedade, meti logo um comprimido debaixo da língua e a coisa acalmou, já suava, já me doía a cabeça, já praguejava, já tudo. Não bastava nas aulas? Querem ver que tenho de ir a um colega psicólogo não tarda?! Mas tudo acalmou.

A força de vontade é que não pode desvanecer, porque se essa se vai embora...ui, vai a motivação cano abaixo também e tudo para o qual trabalhei vai parecer inútil. Por isso, arregaço as mangas a partir de hoje, e decidi que não me vou colocar neste sofrimento semanalmente, ou seja, em vez de tentar abrir sempre a mesma porta (ir às aulas) mesmo quando essa porta está nitidamente "perra", vou tentar a porta do lado que se abre com facilidade, e dai tentar encontrar a chave da outra. Resumindo para miúdos, em vez de bater com a cabeça nas paredes nas aulas a ter ataques de ansiedade, vou começar já a desenvolver os trabalhos que tenho para este semestre e ver que material preciso para os exames, bem como que cadeiras consigo realizar com ou sem faltas, assim ocupada com o que gosto pode ser que não tarda comece a crescer novamente a motivação e força de ir às aulas, e consiga voltar às minhas rotinas. 

Há quem me diga que devia enfrentar já a ansiedade e ir às aulas, há quem me diga que faço bem em descansar a cabeça agora do problema. Só sei que tenho de ir dando a volta à situação como posso e que quando penso que já arranjei o melhor caminho para mim sou teimosa e é esse que sigo. Caso veja que a meio do semestre não retomei como queria as rédeas da situação, ponderarei pedir ajuda externa. 

Entretanto, mais uns quinze dias e tenho os resultados das análises, depois "só falta" aquelas das picadinhas no braço e já podemos tirar conclusões no médico, esse será o primeiro passo para acalmar a ansiedade que se anda a colar a mim. No fim, são tudo experiências, temos de encarar os obstáculos como aspectos positivos na vida, sendo que nos fortalecem, e nunca há só uma solução, não há só uma saída, há várias, há as nossas, temos de as encontrar e de as colocar em prática. 



21 comentários :

  1. Oi Diana
    Obrigada pelo comentário e a oportunidade de vir até ao seu espaço que também acho bem interessante , leve e bonito.
    Pelo texto de hoje senti necessidade de ler o anterior pra entender-te melhor.
    Dificilmente poderia aconselhar o que fazer diante do quadro que te apresenta em algumas ocasioes,mas de uma coisa é certa_ precisas descobrir a causa da ansiedade e ir devagarinho dando cabo dela ... és capaz ,com certeza!
    Não tome muitos remedios porque eles nunca resolvem totalmente, é apenas paliativo ,para ansiedade só a mente e o relaxamento. Fazes um exercicio , um bom filme ou mesmo ruim , importante que relaxes!! e quanto a sala de aula é apenas um detalhe que te incomoda mas voce terá forças _ peça a Deus.
    rs
    beijinhos e gostei muito de te ler.
    Deixe-nos a par dos acontecimentos ,ok?
    boa semana

    ResponderEliminar
  2. Oi Diana
    Obrigada pelo comentário e a oportunidade de vir até ao seu espaço que também acho bem interessante , leve e bonito.
    Pelo texto de hoje senti necessidade de ler o anterior pra entender-te melhor.
    Dificilmente poderia aconselhar o que fazer diante do quadro que te apresenta em algumas ocasioes,mas de uma coisa é certa_ precisas descobrir a causa da ansiedade e ir devagarinho dando cabo dela ... és capaz ,com certeza!
    Não tome muitos remedios porque eles nunca resolvem totalmente, é apenas paliativo ,para ansiedade só a mente e o relaxamento. Fazes um exercicio , um bom filme ou mesmo ruim , importante que relaxes!! e quanto a sala de aula é apenas um detalhe que te incomoda mas voce terá forças _ peça a Deus.
    rs
    beijinhos e gostei muito de te ler.
    Deixe-nos a par dos acontecimentos ,ok?
    boa semana

    ResponderEliminar
  3. Diana, gracias por tu visita a mi blog y que me ha dado la oportunidad de conocer el tuyo. Me quedo, me he hecho seguido ti. Un abrazo

    ResponderEliminar
  4. Diana, gracias por tu visita a mi blog y que me ha dado la oportunidad de conocer el tuyo. Me quedo, me he hecho seguido ti. Un abrazo

    ResponderEliminar
  5. Muita força! Vais ver que tudo melhora em breve. Um beijinho grande.

    ResponderEliminar
  6. Bolas, isso anda mesmo mal. Sabes melhor do que eu que tens de resolver esse problema da ansiedade. Se ele deriva dos outros problemas de saúde, trata das alergias.
    Essa cena das picadinhas do braço pode ser que aliviem a pressão, como as picadas que se dão nos chouriços antes de os metermos na panela, para não rebentarem. eheheh
    Pronto, já disse a piadinha, vou-me embora.
    Trata de ti.
    As melhoras. :)

    ResponderEliminar
  7. Deambulei por aqui.

    E, desejo felicidades.
    MANUEL

    ResponderEliminar
  8. Como tão bem deves saber os ataques de ansiedade não são mais do que a mente a pregar-te partidas, por isso cada vez que comeces a sentir um contesta-o.
    Por exemplo, se a tua mente te diz que a sala é muito pequena tu respondes-lhe que sempre lá coubeste muito bem, se te diz que a medicação vai deixar de fazer efeito tu dizes-lhe que enquanto fizer está tudo optimo.
    Se te começa a fazer sentir que estás a ter um ataque cardiaco, tu respiras fundo e dizes que é apenas um fluxo mais elevado de sangue a fazer bater o coração mais rapidamente.

    Se lhe fores desmontado as armadilhas ela deixa de te conseguir prender. e eu sei que é muito mais fácil falar do que fazer e que na altura a racionalidade fica de lado, mas experimenta. se em dez argumentos que ela te der conseguires rebater um já é bom, na próxima vais conseguir rebater dois e quando ela der conta já tu estás no controlo outra vez.

    http://omeumundoaleatorio.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Confesso que não tenho acompanhado os últimos postes ao ponto de perceber o que se anda a passar contigo, mas ansiedade é algo que não devemos menosprezar. E percebo perfeitamente que as aulas e tudo o que a vida académica envolve seja stressante. :)

    ResponderEliminar
  10. R.: E sim, prometo que irei publicar mais fotografias de Colmar. Nos entretantos, seguem-se outros lugares maravilhosos. Espero que gostes igualmente.

    ResponderEliminar
  11. Não podes baixar os braços Diana! Tens que tentar superar :)) espero que os ataques de ansiedade melhorem. Um beijinho grande * <3

    ResponderEliminar
  12. Hola recién veo tu blog, es muy interesante y fluido, me gustó .

    http://pensamientosenelahora.blogspot.com.ar/

    http://buscandotelibro.blogspot.com.ar/

    Gracias por tu tiempo, y sigamos compartiendo lo que amamos !

    Um beijinho grande ! =)

    Kosmisch

    ResponderEliminar
  13. Esses ataques de ansiedade são "normais" na faculdade ...tudo passa , mas tenta fazer um esforço (nem que recorra a um colega psicólogo ) para recuperares a serenidade e tranquilidade nessas alturas.
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Linda menina! Aceitar o problema... racionalizar a coisa... para melhor lidar com ele... e dar-lhe a volta...
    Já pensaste que esta situação até pode ser um case study... até para entenderes melhor os problemas das demais pessoas... quando forem até ti... assim de miolo virado, por qualquer situação?... Até as coisas ruins, têm sempre um lado bom... e estes processos tão chatos, às vezes só nos mostram como saber lidar melhor com nós mesmos, e com os outros... no meio de situações aborrecidas, que nos afastam por vezes de objectivos e metas, a que nos propusemos...
    E acho que isto, é mesmo a origem de todos os problemas de foro psicológico... e a solução, é mesmo saber arranjar caminhos alternativos, para nós e os outros...
    Vá cachopa, não stresses antes de tempo... depois dos resultados dos exames... logo se vê... até lá, fazes o que podes... e mai nada!!!!
    São os precalços dos nossos caminhos... que fazem de cada passo que a gente dá, algo de memorável... já viste se os nossos caminhos, fossem todos a direito e bem fáceis de fazer?... Era um tédio do pior também... e não saberíamos dar o devido valor a tudo o que nos acontece... de mal ou bem... por não termos noção...
    Beijinhos! E vai com calma... Melhoras!
    Ana

    ResponderEliminar
  15. Estudar é um trabalho ! E como trabalho devemos o fazer o melhor que pudermos. Ser perseverante ajuda muito.

    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  16. R: Não há problema algum por não fazeres a tag. Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  17. Querida Diana, não deve ser nada fácil passar por tudo isso. Nunca assisti a nenhum ataque de pânico/ansiedade (eu também nunca passei por isso) mas já ouvi descrições e, se é mau para quem acompanha, nem consigo imaginar o péssimo que é para quem vive assim.
    Espero que encontres rapidamente o motivo dessas crises e a melhor forma de as controlar.
    Beijinhos!
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  18. É isso mesmo Diana, pensamento positivo! Há de tudo correr bem :)

    ResponderEliminar
  19. Olá Diana,você já tentou meditação com exercícios de respiração para aquietar um pouco tua mente? Tenho certeza que você encontrará uma sAida bem dentro de ti.Estou torcendo, beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Feliz sábado!
    Que bom poder visita-la e me encantar com tantas postagens maravilhosas.
    Desculpe não ter vindo antes...mas estou feliz por ter visitado o Perseverança e espero que tenha gostado, seja sempre bem vinda.
    Deixo um beijinho em seu coração.
    Nicinha

    ResponderEliminar