quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Trabalhar num jardim de infância é ter de saber rezar para que...

nenhum dos 18 miúdos que estás a vigiar enquanto dormem a sesta acorde aos berros; tenhas paciência quando rejeitam qualquer pedacinho verde que apareça no prato; não te arranquem os cabelos enquanto tentam fazer penteados e para que nenhuma criança parta a cabeça sob a tua vigia. Santissimo, tenha dó de mim.




Adoro lá trabalhar durante o verão e já lá vão quatro anos desde que fui para lá a primeira vez :)

11 comentários :

  1. Adorava trabalhar num jardim de infância! :)
    http://bloguedacatia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ai Agnes é tão linda :D E o blog está super cute :)

    ResponderEliminar
  3. Agora imagina fazer isso da vida!! É o meu dia-a-dia :p A parte das verduras já vai sendo controlada. Com negociações uma pessoa vai lá. Agora a parte dos acidentes é que é quase impossível antecipar. O ano passado tive o meu primeiro sufoco quando um dos pequenos abriu o queixo e tive que ir com ele para o hospital. Mas, como é óbvio, nenhum deles aprendeu. Ser criança é isso mesmo... :)

    ResponderEliminar
  4. É um trabalho de muita responsabilidade, mas muito recompensador acredito :)

    ResponderEliminar
  5. solução: leva uma corrente, prende-os bem prendidos e diz que a missão deles é desprenderem-se até ao fim do dia. nota: faz o mesmo todos os dias :p

    r: ahhh! eu lembro-me de dizeres o que queres fazer mas já não me lembrava do mestrado :p
    eu não gosto da minha aparência mas também tenho a noção que não posso fazer nada quanto a isso portanto, vou andado assim ahahah

    ResponderEliminar
  6. Quanta responsabilidade! Boa sorte nisso, principalmente na parte do cabelo! :-P

    ResponderEliminar
  7. Tudo há de correr bem!
    http://theventuraproject.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Tomar conta de crianças é uma grande responsabilidade, mas deve valer a pena! =)

    ResponderEliminar
  9. Até imagino! Mas vais ver que consegues fazer tudo bem (:

    ResponderEliminar